Qual é a vossa música preferida dos “The Beatles” e porquê?

the_beatles_abbey_road_Album_cover_photos_alternate_shots

Inicialmente fiquei um bocado desanimado com o desafio. Não é que não aprecie os ‘Fab Four’, pois acho que de uma maneira geral são transversais a todos os públicos, géneros e idades, mas senti que não tinha a proximidade ou sequer a competência necessária para falar dos Beatles.

Daí que o desafio tenha passado um pouco pelo encurtamento dessa distância, impondo a mim mesmo a audição, ao longo da semana, de vários temas da sua discografia. Não só fiquei impressionado com a quantidade de canções da banda que inconscientemente conhecia e nem tinha noção, bem como pela dificuldade que tive em escolher apenas uma.

Após dias de deliberação, optei por eleger “Come Together”, tema de abertura do mítico Abbey Road (1969), que me cativa bastante por ser tão diferente dos demais singles do grupo britânico, menos pop e imediato, com uma acentuada e notável utilização de guitarras. John Lennon entrega-se ao microfone e ao acompanhamento rítmico da canção, Paul McCartney brilha no baixo, Ringo Starr na bateria, como sempre, e George Harrison tem a seu cargo o solo de guitarra.

Reza a história que foi inspirada na candidatura de Timothy Leary a governador da Califórnia, com o intuito de fazer dela a sua canção de campanha, mas o seu afastamento da corrida eleitoral permitiu que o tema fosse levado noutra direcção. Convenhamos, tanta verborreia não daria a vitória nem ao mais impecável dos candidatos.

Fica uma grande canção, por sinal a que mais admiro dos Beatles.

Texto por Gonçalo Dias

Anúncios

Qual é a vossa música preferida dos “The Beatles” e porquê?

Beatles 2

Sou novo de mais para ter apanhado o grande fenómeno chamado “The Beatles”… infelizmente. Mas não é por isso que vou deixar de responder a este desafio, que achei bastante interessante.

Não tenho a certeza com que idade é que ouvi a primeira música desta banda histórica, mas foi antes de começar a ter aquele gosto especial por música. Penso que faz parte da cultura geral de uma pessoa. Nunca ouvi um álbum do início até ao fim, é algo que não devia dizer eu sei, mas acho que com 20 anos é que tenho “cabeça” e “ouvidos” para entender o quão importantes foram os Beatles para o mundo da música, influenciando bandas que ouço hoje em dia. Tive a minha fase “armado em miúdo intelectual”, em que ouvia os principais clássicos, mas não percebia bem o que estava a escutar, ouvia só porque era “fixe”. Tipo: aquelas raparigas de 14/16 anos que usam camisolas dos Ramones, só para o chamado “Swag”, ou “Estilo” em bom português, mas que mal sabem de que banda se trata. Assim era eu com os Beatles. Continuo a não ouvir muito, confesso, mas sem dúvida que ouço com outros “ouvidos” e com a mente mais aberta.

A minha escolha vai para a música “And I Love Her”, originalmente gravada em 1964 para o álbum “A Hard Day`s Nigth”, composta pelo cantor e baixista Paul McCartney, para a sua namorada da altura.

Uma música com um arranjo fantástico e com uma letra que deixa qualquer miúda nas nuvens. As razões são mais que muitas para amar e pôr no “repeat” vezes sem conta.

Texto por João Alves

Qual é a vossa música preferida dos “The Beatles” e porquê?

the_beatles_wallpaper_colors_by_felipemuve-d62y1mt

Quando se fala nos quatro membros dos “The Beatles”, a discussão de qual deles o preferido costuma ser entre John Lennon e Paul McCartney. Pois, o meu preferido não é nenhum deles, mas sim George Harrison. Como pessoa, aparentava ser o mais humilde, sensato e com melhor feitio. Como músico e membro da banda britânica, trouxe novas sonoridades para o seu universo, como as muitas influências que sofreu da cultura indiana. Mas é o seu valor como compositor que me leva a elegê-lo como “Beatle” preferido. Apesar de terem sido poucos os temas que compôs para os discos da banda (“Long, Long, Long”, “Here Comes The Sun”, “Something”…), todos eles são especiais e de uma beleza tremenda.

Assim, a minha música preferida é da autoria de George Harrison e chama-se “While My Guitar Gently Weeps”. É uma canção com uma sonoridade extraordinária, uma bonita melodia e uma profundidade musical incrível. É uma das faixas do disco homónimo lançado em 1968, mas mais conhecido por “Álbum Branco”, e tem como convidado na sua versão original Eric Clapton, que fez o solo de guitarra.

Mal a música começa fico logo todo arrepiado.

Texto por João Catarino

Qual é a vossa música preferida dos “The Beatles” e porquê?

beatles

Por motivos relativamente óbvios a minha música preferida dos The Beatles é “Lovely Rita”, incluída no álbum Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band de 1967 (modéstia à parte).

Desde criança, a par de Nikita (minha alcunha dada pela família) de Elton John, é a banda sonora do meu nome. É a música que punham a tocar para dar a conhecer que gostavam de mim, e ganhou um espacinho no meu coração.

Escrita e cantada por Paul McCartney, apresenta sons inovadores como o uso dos sintetizadores, ou de papel e um pente, o que faz com que seja uma música de referência. É impossível ouvir sem “abanar o capacete” (por mais ligeiramente que seja) ou bater o pé.

Texto por Rita Silvestre

Qual é a vossa música preferida dos “The Beatles” e porquê?

yellow-submarine_2174421b

“All together now”, claro!!!! Primeiro, é cantada pelos “The Beatles”. Segundo, foi composta por Paul McCartney para o álbum “Yellow Submarine”, de The Beatles. Paul tentou fazer com que esta música ficasse animada com a sua voz a solo, porém, The Beatles ‘arrasaram’.

E não é que ficou mesmo animada? Só a letra é super animada e transmite uma alegria enorme para qualquer pessoa.

“One, two, three, four,
Can I have a little more,
Five, six, seven, eight, nine, ten,
I love you.
A, B, C, D,
Can I bring my friend to tea,
E, F, G, H, I, J,
I love you.
Bom bom bom bom-pa bom
Sail the ship bom-pa bom
Chop the tree bom-pa bom
Skip the rope bom-pa bom
Look at me.
All together now, all together now (…)”

É uma música que tem inúmeras versões, e todas elas muito animadas, cheias de alegria, muitos sorrisos, duos incríveis, flash mobs fantásticos, que nenhuma outra música consegue ser tão rica e ‘desdobrável’ como esta. Até existem músicas parecidas!!!

Só podia vir mesmo dos “The Beatles”, o rock deles é inigualável, tão puro que “rockou” com o mundo, que este nunca mais foi o mesmo.

Texto por Laura Pinheiro