“Meus pequenos monstros eu vou vos mostrar o que é um verdadeiro espetáculo”

A Nova Rainha do Pop levou o Meo Arena ao rubro com palavras “cativantes e inspiradoras”, espetáculo “estupendo”, voz “incrível” e “muito estilo”, tornando uma simples noite chuvosa numa das noites mais “deslumbrantes” de Lisboa.

asdfghjkl

 

Apesar de o tempo não ter sido agradável, não fez com que os fãs de Lady Gaga ficassem em casa. “A chuva não nos impede de nada, muito menos de ir ver um dos melhores concertos do ano”, mencionou um fã.

Um dos concertos mais esperados do ano realizou-se na passada noite de segunda-feira, 10 de Novembro, tendo sido considerado pela promotora Ritmos & Blues “a maior produção apresentada naquela sala de espetáculos”. Com a plateia praticamente cheia (aproximadamente 80%) os fãs gritavam: “Wooow, Gaga, Gaga, Gaga”. Todos ansiavam pelo início do concerto mas este não começou logo com a “rainha da noite”. Muitos fãs deslocaram-se de prepósito de várias zonas do mundo e do país para verem o concerto de Lady Gaga, por exemplo dos E.U.A, Espanha e Alemanha. Os fãs referiram que vieram na expectativa de ver um grande espetáculo. No público encontrava-se pessoas de todas as idades, desde jovens, adultos e idosos, mais maioritariamente jovens entre os 10 e 18 anos. Muitos deles ‘interiorizaram’ o verdadeiro estilo de Gaga, pois estavam devidamente maquilhados e com vestuário “louco”.

Pelas 19.45 horas entrou em palco um artista masculino e começou a cantar músicas da sua autoria. De seguida entrou em palco uma DJ, ‘guiando’ todos para um estilo mais eletrónico. Após a sua atuação mais ninguém veio ao palco. Os fãs já desesperavam, assobiavam e gritavam, pois a ansiedade e o entusiasmo estavam em alta.

De repente o pano caiu, as luzes desligaram-se e o público fica eufórico.
Cerca de 14 bailarinos e uma banda de cinco músicos entraram em palco e começaram a dançar e a fazer música. Após uns minutos, Lady Gaga, com grandes asas, surge em palco através de uma plataforma que sobe e grita “Portugal” e aí o espetáculo tão esperado há horas começou. A cantora começou logo por cantar uma música do álbum “Art Pop Ball”.

lzdfhdjg

Ao longo do concerto Lady Gaga com as suas palavras “cativantes e inspiradoras” mencionava a sua preocupação com os fãs, racismo, igualdade de direitos, amor e todos os vários aspetos que a humanidade se depara todos os dias. “Temos todos as mesmas ideias sobre o amor e o que temos é único”, afirmou Gaga.

A nova rainha do Pop sublinhou que o verdadeiro espetáculo não é o que ela faz em palco mas sim aquele que está fora do palco, o público. Comentou que um dia quando ela morrer os fãs vão dizer “ela era especial” mas Lady Gaga disse que nessa altura devem dizer que os fãs eram ainda mais especiais”. Estas palavras faziam correr lágrimas nos rostos dos fãs.

A “Mother Monster” não só cantou músicas do álbum em tour mas sim todas as outras músicas que marcaram a carreira de Gaga, nomeadamente “Just Dance”, “Poker Face”, “Bad Romance”, “Judas”, “The Edge of Glory” e entre outras. A cantora fez 14 mudanças de vestuário , uma das quais em pleno palco. O cenário e decoração também mudaram consoante o vestuário de Gaga e 15 Árvores insufláveis nasceram no palco durante a música “Venus”.

Ao longo do concerto os fãs atiravam para o palco peluches, peças de roupa e até bandeiras, nomeadamente a portuguesa. Gaga pegou em algumas peças de roupa vestindo-as e pegou na bandeira portuguesa andando com ela por todo o palco, colocando-a também no microfone dizendo: “Lisboa, Lisboa, meus pequenos monstros, eu amo-vos”.

Houve um momento especial no concerto. Lady Gaga pegou numa carta escrita por uma fã e leu-a em público. Quando acabou de ler chamou a menina, chamada Laura, ao palco para cantar com ela no piano a música “Born this way”. Um outro momento “alto” da noite foi quando a artista disse que estava com sede e um dos fãs ofereceu-lhe uma cerveja e ela diz: “Super Bock, produto de Portugal” em português corretamente dito. O público ficou super entusiasmado batendo palmas.

ksfjlskdfhgdf

A artista cantou a música “Shot me down”, dedicando-a ao cantor norte-americano Tony Bennett, cantando-a em formato de ‘Jazz’, em honra ao álbum que ambos músicos criaram este ano, “Cheek to Cheek”.

“O espetáculo foi sem dúvida deslumbrante!”, “Hoje vi um dos melhores concertos da minha vida e quem julga que Gaga é só espetáculo, está redondamente enganado!” “Lady Gaga arrasou com a sua voz afinada e poderosa”, “Ela mereceu o meu «Applause» ”, eram estes os comentários dos fãs no fim do concerto.
A cantora norte-americana não deixou de parte o seu entusiasmo no final do concerto, partilhando com todos nas redes sociais que o ArtRave em Portugal foi maravilhoso e tirou-lhe o fôlego. “Eu gostava que tivessem visto o verdadeiro espetáculo, aquele que estava no público”, assegurou Lady Gaga.

Texto por Laura Pinheiro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s