Música brasileira encanta portugueses

O pequeno auditório do Centro Cultural de Belém foi alvo de um momento musical brasileiro, abrindo as suas portas para a artista Patrícia Bastos, no passado dia 6 de Novembro

ccb1

A sala não estava ainda completamente cheia quando as luzes começaram a diminuir e em palco entrou a banda que acompanha Sona Jobarteh, seguida pela própria. Com a sua Kora à cintura, Sona conseguiu hipnotizar a audiência com a sua voz “forte e doce”. O ritmo contagiante e as melodias suaves conseguiram por o público a bater palmas, acompanhando as batidas. Sona puxou pelos presentes, para acompanharem a música cantando, mas o público mostrou-se tímido com a voz, no entanto muito expressivo com os aplausos. Fez breves introduções a algumas das suas músicas explicando que uma das músicas, sobre os idosos e a sua relação com os jovens de hoje em dia era dedicada ao seu avô, um Mestre Griot e um artista tocador de Kora. Outra, uma música de título “Amor” Sona dedicou a todas as pessoas maravilhosas na sala. Com uma grande química entre os músicos, com muitos sorrisos trocados, e acenos de incentivo, o concerto decorreu com grande alegria em palco e na plateia. Perto do final, na última música que apresentaram, um dos músicos irrompeu num momento de dança espontânea que levou ao rubro o público presente no pequeno auditório do CCB, e Sona e a sua banda saíram do palco sob fortes aplausos e pedidos de um regresso ao palco.

Após a atuação de Sona Jobarteh, entrou em palco a artista da noite, Patrícia Bastos.

Com o seu longo vestido azul com flores tipicamente brasileiras, batom vermelho nos lábios e descalça, captou logo atenção do público presente no pequeno auditório do CCB.

Cada final de cada música o público gritava “Lindo”, “Bravo”, “Maravilhoso”.
Notava-se muita alegria nos rostos dos artistas, pois tinham um sorriso de orelha e a orelha e o público ficou contagiado também, com sorrisos espalhados por todos os rostos. Batiam palmas, cantavam, dançavam e a artista brasileira puxava pelo público, fazendo com que todos os portugueses sentissem a beleza da música brasileira. Tendo um fã dito que não sabia que a música era assim tão bonita e pura.

Patrícia cantou as várias músicas que fazem parte do seu álbum “Zulusa”.
A artista brasileira não estava sozinha em palco, ao seu lado tinha vários artistas, desde da percussão, guitarras, contra-baixo e muitos outros.

A alegria e a energia era tanta que no final da atuação, Patrícia Bastos chamou ao palco Sona Jobarteh para cantarem todos juntos, salientando que apesar de falarem línguas diferentes, a linguagem musical é mesma para todos e com quase 13 artistas em palco fez-se magia e arte.

ccb4

 

Texto por Laura Pinheiro e Rita Silvestre.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s